Little Richard

Little Richard

Richard Wayne Penniman, mais conhecido por Little Richard (Macon, 5 de dezembro de 1932 — Tullahoma, 9 de maio de 2020), foi um cantor, compositor e pianista estadunidense. Foi eleito pela Rolling Stone como o 8º maior artista da música de todos... Ler mais

Gêneros: Rock Internacional, Rockabilly, Rock and Roll

Richard Wayne Penniman, mais conhecido por Little Richard (Macon, 5 de dezembro de 1932 — Tullahoma, 9 de maio de 2020), foi um cantor, compositor e pianista estadunidense. Foi eleito pela Rolling Stone como o 8º maior artista da música de todos os tempos.

Uma figura influente na música e cultura populares por sete décadas, ele foi apelidado de “The Innovator”, “The Originator” e “The Architect of Rock and Roll”. O trabalho mais célebre de Penniman data de meados da década de 1950, quando seu carismático espetáculo e música dinâmica, caracterizada por tocar piano frenético, bater violão e vocais estridentes, lançaram as bases para o rock and roll. Suas inovadoras vocalizações emotivas e música ritmada também desempenharam um papel fundamental na formação de outros gêneros musicais populares, incluindo soul e funk. Ele influenciou inúmeros cantores e músicos em todos os gêneros musicais, do rock ao hip hop; sua música ajudou a moldar o rhythm and blues nas próximas gerações.

Tutti Frutti” (1955), uma das músicas de assinatura de Penniman, tornou-se um sucesso instantâneo, passando para as paradas pop nos Estados Unidos e no Reino Unido. Seu próximo single de sucesso, “Long Tall Sally” (1956), alcançou o primeiro lugar na lista de best-sellers da Billboard Rhythm and Blues, seguido por uma sucessão rápida de mais 15 singles de sucesso em menos de três anos. Suas performances durante esse período resultaram em integração entre americanos brancos e afro-americanos em sua audiência. Em 1962, durante um período de cinco anos em que Penniman abandonou o rock and roll pelo cristianismo nascido de novo, o promotor de shows Don Arden o convenceu a fazer uma turnê pela Europa. Durante esse período, Arden abriu os Beatles para Penniman em algumas datas da turnê, capitalizando sua popularidade. Penniman os aconselhou sobre como tocar suas canções e ensinou a Paul McCartney suas vocalizações distintas. Outro de seus sucessos foi “Keep a Knockin'” (cuja introdução de bateria influenciou o Led Zeppelin na canção “Rock and Roll”).

Penniman é citado como um dos primeiros artistas negros crossover, atingindo o público de todas as raças. Suas músicas e shows quebraram a linha de cores, juntando pretos e brancos, apesar das tentativas de sustentar a segregação. Seus contemporâneos, incluindo Elvis Presley, Buddy Holly, Bill Haley, Jerry Lee Lewis, The Everly Brothers, Cliff Richard, Gene Vincent e Eddie Cochran, todos gravaram covers de seus trabalhos. Tomado por sua música e estilo, e pessoalmente fanzendo cover quatro de suas canções de Penniman em seus dois álbuns inovadores em 1956, Presley disse a Penniman em 1969 que sua música era uma inspiração para ele e que ele era “o melhor”.

Penniman foi homenageado por muitas instituições. Ele foi introduzido no Hall da Fama do Rock and Roll como parte de seu primeiro grupo de indicados em 1986. Ele também foi introduzido no Hall of Fame dos compositores. Ele recebeu um Lifetime Achievement Award da Recording Academy e um Lifetime Achievement Award da Rhythm and Blues Foundation. Em 2015, Penniman recebeu um Rhapsody & Rhythm Award do Museu Nacional de Música Afro-Americana por seu papel fundamental na formação de gêneros de música popular e por ajudar a acabar com a divisão racial nas paradas musicais e em concertos em meados de 1950, mudando significativamente a cultura americana. “Tutti Frutti” foi incluída no Registro Nacional de Gravação da Biblioteca do Congresso em 2010, que afirmou que sua “vocalização única sobre o ritmo irresistível anunciava uma nova era na música”.

Little Richard teria injetado funk no rock and roll durante este período, através de bateristas de sua banda The Upsetters, em meados da década de 1950, influenciando bastante desenvolvimento desse gênero musical quando acompanhavam seu amigo James Brown.

Richard tornou-se um astro, mas era atormentado por questões religiosas ligadas à sua bissexualidade, pois cresceu numa cultura cristã e conservadora. Por fim, em 1958, largou a carreira após uma excursão à Austrália para dedicar-se à religião. Tornou-se pastor e gravou canções gospel. Em 1962, entretanto, voltou aos palcos em uma turnê com shows de abertura dos Beatles e do Rolling Stones.

O interesse da cultura pop britânica pelos pioneiros do rock americano fez com que realizasse diversos shows em clubes ingleses, ao longo dos anos 60, sempre interpretando seus grandes sucessos. Também nos Estados Unidos, buscou revitalizar sua carreira gravando canções de padrão soul, mas sempre foi mais reconhecido pelo seu repertório de seus anos iniciais. Nos anos 70, embora sempre respeitado por seu pioneirismo, dedicou-se mais a eventos nostálgicos celebrando as “origens” do rock ‘n’ roll do que a uma carreira artística efetiva, gravando poucas canções inéditas.

Gêneros: Rock Internacional, Rockabilly, Rock and Roll

Álbuns de Little Richard para download

Rock Download Logo

Fique atualizado com o Rock Download!

Cadastre-se para receber as novidades do site por email.